Blog

Parte 10

Saímos bem cedo num caminhão velho acomodados sobre a mudança em direção a cidade de Paranagi.   Eu me sentia ao mesmo tempo insegura e ansiosa pela aventura.  Ao chegar fiquei deslumbrada por ver pela primeira vez terra clara, só conhecia terra vermelha, muito vermelha. As casas eram em sua maioria de madeira e limpas,…

LEIA MAIS

Parte 9

Algum tempo havia se passado, a Neném já estava recuperada quando repentinamente meu pai desapareceu de casa. Vendeu tudo que tinhamos e fugiu com a Cida para algum lugar desconhecido, nos deixando abandonados e sem nenhuma condição financeira. Seus inimigos políticos, talvez por vingança, nos colocaram com os móveis e roupas no meio da rua…

LEIA MAIS

Parte 8

Meu pai era político e costumava realizar reuniões do partido em nossa casa.Numa noite, estavam todos reunidos na sala quando o gerador da cidade foi desligado como acontecia todas as noites as 22:00 horas. Como isto era rotina tínhamos lamparinas de querosene que foram acesas. Não era permitido que ficássemos por perto quando tinha visitas principalmente nas reuniões do partido mas, eu me escondia em…

LEIA MAIS

Parte 7

Certa vez, vi meu pai com alguns papeis na mesa chamar minha mãe e pedir para ela assinar. Ela ficou nervosa e disse que queria saber o que estava escrito (ela não sabia ler, apenas escrevia o próprio nome) no meio daquela discussão ouvi ela falar: – Você pensa que não sei o que está…

LEIA MAIS

Parte 6

Ainda morávamos em Rancho Alegre e éramos muito felizes.Meu pai, não sei por que, de vez em quando recebia produtos que vinham em caixas de madeira grandes.Com elas eu montava casas para brincar no quintal, eu separava uma para o quarto, outra para a sala, enfim construía casas completas, e nessas casinhas de caixote eu brincava com…

LEIA MAIS

Parte 5

Minha infância na cidade de Rancho Alegre era muito feliz e despreocupada. Nada nos faltava, meu pai cuidava de todos, inclusive de outras famílias, e eu adorava quando ele pedia (não, meu pai não pedia, ele mandava) o vendedor de laranjas deixar o caminhão inteiro e distribuir pelos vizinhos, assim também era com o vendedor…

LEIA MAIS

Parte 4

Esqueci de dizer que eu também tenho apelido, Zinha. Este sempre foi meu apelido. E surgiu porque meu pai me chamava de índia, depois de indiazinha, e acabou por ficar apenas Zinha. Todos sabiam que eu não gostava de vestir roupas nem sapatos e, por isso, ele dizia que eu parecia bugre, índia, etc. Eu…

LEIA MAIS

Parte 3

Minha madrinha se chamava Mariana e morava num sítio muito perto da cidade. Era comum eu fugir de casa para ir à casa dela. Adorava ficar no terraço (ela chamava de alpendre) sentindo o cheiro doce que vinha da plantação de melão trazido pelo vento brando. A plantação dava volta em torno da casa, e…

LEIA MAIS

Parte 2

Morávamos na cidade de Rancho alegre, também no Paraná. Esta cidade fica bem próxima de Urai. Eu tinha pouco menos de quatro anos e me sentia muito importante quando meu pai me colocava ao seu lado, no carro preto de capota de lona. Ele era respeitado e, pelo que me lembro, muito rico. O carro dele (um Ford…

LEIA MAIS

Parte 1

Nasci na cidade de Urai, no Estado do Paraná em 20 de Junho de 1948.Meu pai, João Martins de Oliveira e minha mãe Sebastiana Ferreira da Silva, ambos já fizeram a passagem, a eles faço minha reverência e agradeço pela oportunidade desta vida. Tenho dois irmãos e duas irmãs Osvaldo (Nino), Valdemar (Polaco), Floriza (única…

LEIA MAIS

Helena Martins

Psicoterapeuta holística (CRT 33420), especializada em autoconhecimento e autocontrole, desenvolveu um programa de estudos que prega a Liberdade da Fé, aberto a todos os interessados.

Blog

Não tenho pretensão de escrever um livro, mas sim fazer um relato de alguns acontecimentos da minha vida e da vida daqueles que fazem ou fizeram parte dela. Se fosse escrever um livro (do jeito que sou detalhista), teríamos material para muitas edições, mas estou aprendendo lentamente que na internet temos que ser ligeiros, por isso procurarei simplificar o máximo possível.

Aviso

Este trabalho será realizado sem revisão de texto para que seja mais rápido o processo, portanto peço desculpas por todos os erros que irão encontrar. As atualizações serão semanais.

Últimos posts

Arquivo